Rush Sem Limites


Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Páginas: 192
Ano: 2015
Rush sem limites conta a história de Paixão sem limites sob ponto de vista de Rush.Rush merece sua reputação de bad boy. Com seus carros de luxo e sua mansão de três andares à beira-mar, o filho de um famoso astro do rock tem uma fila de garotas a seus pés. No entanto ele precisa apenas de duas pessoas para ser feliz: seu irmão postiço e melhor amigo Grant e sua meia-irmã Nan.Até que Blaire Wynn chega à cidade em sua velha caminhonete. A beleza angelical da garota do Alabama logo chama a atenção de Rush. Mas, por causa de um segredo de família, ele decide manter distância de Blaire. Mesmo que ela precise de sua ajuda. E mesmo que ela lhe desperte sentimentos desconhecidos.Órfã de mãe e abandonada pelo pai, Blaire está sozinha no mundo – porém Rush entende que se aproximar dela pode destruir a vida da irmã, a quem protegeu desde que eram crianças. A relação secreta entre as duas e o ódio que Nan nutre por Blaire são mais do que bons motivos para Rush manter-se afastado. Só que ele não consegue. O desejo fala mais alto.Depois do sucesso da trilogia Sem Limites, Abbi Glines leva os leitores de volta ao início dessa história de amor. Em Rush sem limites, você entrará na mente do bad boy que já conquistou milhões de fãs mundo afora.


Bom esse seria o quarto livro da serie Sem Limes e o sexto da Rosemary Beach.

Nesse livro vamos conhecer o ponto de visto do Rush sobre os acontecimentos do primeiro livro, Paixão Sem Limites.

A história de Blaire e Rush, foi finalizados no terceiro livro, então esse é mais como um complemento, é acaba sendo estranho rever o Rush do primeiro livro. Mas apesar disso, foi legal saber o papel dele na vida da meia-irmã, Nan, e saber um pouco mais sobre o passado dele.

Por Nan ter sofrido muito na infância, não teve a presença do pai, Rush acabou por fazer todas as vontades dela, o que em minha opinião, estragou muito a personalidade da garota.

Nan não é agradável, na verdade ela é má, ela humilha todos e gosta de manipular as pessoas, o seu alvo preferido é seu meio-irmão Rush e nesse livro isso fica muito mais visível.

Também podemos ver a dificuldade que foi para Rush ficar longe de Blaire para “fazer a coisa certa”, mas que no fim não conseguiu resistir e acabou se entregando a esse amor louco deles.

É basicamente todo o primeiro livro, salvo algumas partes de Rush com os amigos e família.

A autora manteve o ritmo e estilo da narrativa, o que só deixa claro que isso é uma marca dela.

assinatura-viviane

18 comentários:

  1. Confesso que amo essa série! Quando comecei a ler, não esperava nada, mas depois não conseguia parar de ler.

    ResponderExcluir
  2. Acho bem útil quando lançam um livro do ponto de vista do outro personagem, assim podemos acompanhar seu passado e saber sua interpretação de algum acontecimento na série, sorte que a autora conseguiu manter a sua narrativa mesmo focando em outro personagem

    ResponderExcluir
  3. Não sou fã de livros tipo "complemento" porque parece que os autores acabam dando uma nova versão à um personagem que já temos bem definidos em nossa mente e criados bem detalhados, daí ficamos com a sensação de confusão. Prefiro mais a ideia simples de deixar os livros sem essas continuações estranhas

    ResponderExcluir
  4. Olá Vivi,
    Tenho dois livros (Tentação sem limites e Paixão sem limites) dessa série aqui na minha estante e ainda não li... Comprei tanto livro em 2014 que ainda não li nem a metade.
    Mas quero completar a serie, pra ler um após o outro.
    E que capa heim!!! ;)
    um super abraço

    ResponderExcluir
  5. Hey c: Para ser sincera, li um livro da autora e percebi que não faz tanto o meu estilo, mas admiro muito o seu trabalho. Acho muito proveitoso o interesse em desenvolver personagens secundários, isso mostra comprometimento e profundidade maiores com a história em geral. Espero que você tenha apreciado o livro.

    Att,

    Amanda S

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho Tentação sem limites e Paixão sem limites e quero comprar Rush Sem Limites o mais rápido possível rs
    Estou te seguindo :*
    Vem visitar o meu cantinho: Cantinho da Mari

    ResponderExcluir
  7. Oi Viviane, tudo bem?
    Não acho que complementos vão mudar muito como a pessoa via a história, mas fiquei bem curiosa para ler, não li Paixão sem Limites, mas já está na minha listinha. Adorei sua resenha, odeio personagens mimados háhá.
    Beijos ♥
    Lost Words

    ResponderExcluir
  8. Hello, tudo bom?
    Eu li Paixão sem limites e curti bastante, deve ser bem legal podermos ver o ponto de visto do Rush, e realmente a Nan é má e insuportável, e olha que percebi isso só com o primeiro livro da série, não li os outros.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Não curto muito "complementos". Tive minha experiência com 50 tons de cinza e mesmo gostando da série não terminei o livro do Grey, pois fiquei cansada e estava tudo muito repetitivo.
    Ainda não li essa série, mas se eu ler não pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  10. Confesso que dessa série eu só li o primeiro e não gostei.
    Parece, ao meu ver, que a autora aproveitou o momento e escreveu um livro que mostra a mesma coisa que outros 92375239427 de livros.
    Não me surpreendi com mais este lançamento que conta a mesma história, só que com outro ponto-de-vista (ZzZzZ), acho que isso é pura encheção e extremamente desnecessário. A impressão que tenho é que quando um autor apenas troca narrador para contar a mesma história, é apenas para ganhar dinheiro com uma coisa que não tem mais o que inventar, mesmo que seja interessante, como você mesmo disse, conhecer um outro lado do personagem quando ele está com a família e amigos, no caso.
    Enfim, não continuarei a serie, então esse livro não entrará na lista de próximas leituras.

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto destas séries que mostram ponto de vista de dois personagens, dá pra ter uma visão ampla dos acontecimentos!
    Tenho bastante curiosidade em ler esta série. Já tenho o primeiro livro, mas ainda não li.

    ResponderExcluir
  12. A história dessa série de livros nunca me interessou, e acho ainda pior um livro igual a outro com a única diferença sendo o narrador da história. Na minha opinião a autora poderia ter feito um livro só com mais de um ponto de vista. Enfim, eu não leria esse livro nem o restante da série.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho muito interesse em ler essa série, pois é muito comentada nos blogs, e de tanto ler as resenhas, acabou que me amarrei na história e quero comprar.

    ResponderExcluir
  14. Sou suspeita para falar dessa série, mas esse livro deixou muito a desejar para mim. Ok que não podia ter mais nada de surpreendente no livro, pois era só um ponto de vita de uma história já contada, mas pra mim, pareceu que a autora so copiou e colou do primeiro livro e só mudou o genero kkk

    ResponderExcluir
  15. eu ainda não comecei a ler esse série, mas todo mundo elogia horrores
    nem conheço a nam mas tenho raiva dela. vai entender.
    normalmente eu não curto esses livros q são a mesma coisa do outro só mudando o ponto de vista
    eu prefiro quando é uma continuação
    mas, vamos ler para poder dar uma opinião melhor

    ResponderExcluir
  16. Esse não li, porque pra que né? Não senti necessidade de ver toda a história de novo só pelo ponto de vista dele. Ah, é raro gostar quando fazem coisas assim. Se mudasse muito até teria alguma graça, mas mais do mesmo? Passei longe. A narrativa dela é boa, mas mesmo assim. Fica a dica pra quem gostou do casal.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Essa é uma serie que vejo as pessoas falarem muito mas ainda não tive oportunidade de ler, mas acho bem interessante quando o autor escreve um livro com um ponto de vista diferente com certeza os fãs adoram e se eu ler essa serie vai ser bem legal acompanhar o primeiro livro do ponto de visto do Rush !!

    ResponderExcluir
  18. Oiii...

    Esta história não despertou meu interesse.
    Além de ter uma temática repetitiva, isso de contar a mesma história mas sob um ponto de vista distinto me pareceu bem chatinho, pois os pontos de vista podem até ser diferentes mas os fatos são os mesmos, e se já são conhecidos, acabou o mistério que nos leva a percorrer as páginas de um romance. :/

    ResponderExcluir