Namorado de Aluguel

Autor: Kasie West
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 250
Quando Bradley, o namorado de Gia Montgomery, termina com ela no estacionamento do baile de formatura, ela precisa pensar rápido. Afinal, ela vem falando dele para suas amigas há meses. Esta era para ser a noite em que ela provaria que ele não é uma invenção de sua cabeça. Então, quando vê um garoto esperando pela irmã no estacionamento do baile, Gia o recruta para ajudá-la. A tarefa é simples: passar por namorado dela — apenas duas horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas. Depois disso, ela pode tentar reconquistar o verdadeiro Bradley.
O problema é que, alguns dias depois do baile, não é em Bradley que Gia está pensando, mas no substituto. Aquele cujo nome ela nem sabe. Mas localizá-lo não significa que o relacionamento de mentira deles acabou. Gia deve um favor a esse cara, e a irmã dele tem a solução perfeita: a festa de formatura da ex-namorada dele — apenas três horas, nenhum compromisso, algumas mentirinhas.
E, justamente quando Gia começa a se perguntar se pode transformar seu namorado falso em real, Bradley reaparece, expondo sua farsa e ameaçando destruir suas amizades e seu novo relacionamento.
Inteligente e maravilhosamente romântico, Namorado de aluguel retrata a jornada inesperada de uma garota para encontrar o amor — e possivelmente até a si mesma.

Gia Montgomery está em seu ultimo ano da escola e escolheu o baile de formatura para apresentar o seu namorado, Bradley, para suas amigas, que estavam começando a achar que ele não existia. Mas tudo começa a dar errado no estacionamento da festa, quando Bradley resolve terminar o namoro alguns minutos antes de entrarem no baile.

Jules, a nova integrante da turma, foi a primeira a dá indiretas de que esse namorado não existia, e estava louca para passar a perna em Gia e assumir a liderança do grupo. E é por isso que Gia fica desesperada para consegui alguém que aceite fazer o papel de seu namorado para ela não passar por mentirosa.

Mas parece que por obra do destino, Gia encontra um garoto no estacionamento, dentro de um carro lendo um livro, e está esperando a irmã sair do baile que já começou. Então sem pensar duas vezes, ela propõe que ele seja seu namorado por algumas horas e depois pode terminar tudo na frente das suas amigas. O garota aceita e desempenha o seu papel muito bem.

No entanto, quando Gia volta para casa, ao invés de ficar chateada com Bradley, pelo termino do namoro, ela não consegue parar de pensar no garoto, que no fato de não ter nem perguntado o seu nome, e que agora está curiosa e quer saber mais sobre ele.

Ao perceber a irmã dele, Bec, é de uma das turmas de aula dela, Gia resolve tentar uma aproximação, que com o seu jeito sincero e direto, fica um pouco difícil, afinal Bec não gosta de Gia, mas não será impossível.

Mas Bec acaba procurando Gia, para que ela pague o favor que seu fez, e ajude a espantar a ex-namorada dele, que o traiu e feriu os sentimentos dele. Gia aceita só para poder conhecer o garoto melhor e quem sabe finalmente descobrir o seu nome, Hayden.

A partir desse ponto os três começam a se aproximar, e com essa aproximação Gia percebe o quanto suas amigas são superficiais, o que mostra o quanto ela também, mas isso acaba sendo algo bom, pois ela percebe a suas falhas e tenta aprender com isso para ser uma pessoa melhor, o que nem sempre dá certo para ela.

Enquanto que ela vai se afastando cada vez mais de suas amigas, acaba se aproximando de Hayden, dando inicio a um possível relacionamento.

Os acontecimentos dos livros são tão próximos da realidade que quase podemos nos imaginar no lugar dos personagens, e apesar de ser um livro jovem, os assuntos são profundos e nos faz parar para pensar.

Comecei a ler, por ser um romance juvenil e ter cara de ser leve, e acabou me conquistando e surpreendendo, ao ponto de querer que a autora tivesse escrito outro, talvez sobre a Bec.

assinatura-viviane

15 comentários:

  1. Adorei, tem uma pegada adolescente que me encanta, afinal quem não teve aquele momento de querer ser popular e fazer algo que nem sempre condizia com a realidade? hihihi. Me fez relembrar as peraltices que fiz na minha adolescência e fiquei aqui rindo de maneira boba e inocente. Pode etr certeza que vou adorar ler esse. E a capa é fofa!

    ResponderExcluir
  2. Oi Viviane, tudo bem?
    Que capa mais fofa é essa? *-*
    Já vi alguns comentários, mas nunca me interessei em ler a sinopse para saber do que falava ao certo. Sua resenha está ótima, gostei do 'namorado de aluguel' já pelo fato dele estar lendo no carro kkk;
    Outro ponto que gostei foi da protagonista querer ser uma pessoa melhor, e perceber que ao redor existem pessoas superficiais.
    Adorei mesmo, vou colocar na minha listinha aqui, e tentar ler esse mês ainda.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  3. Quando vi a capa do livro antes de ler a resenha, já pensei, nossa, esse livro deve ser péssimo. Engano meu, depois de ler o que você escreveu fiquei muito curiosa sobre a história e gostaria muito de saber o que acontece no livro. Pretendo ler assim que puder.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei bastante dese livro! Achei muito bom mesmo. ♡

    ResponderExcluir
  5. Amei o livro, a autora nos presenteou com uma história leve e fluida, que com certeza nos leve a refletir e se envolver com os personagens. Consegui captar várias reflexões que a autora quis nos passar, principalmente com a amizade, indico muito

    ResponderExcluir
  6. Esse tema já ta tão usado... mas nunca me canso KKK
    É aquele tipo de romance leve que você vai lever sem nem uma intenção e no final... já esta domada!

    ResponderExcluir
  7. Nossa essa é a primeira resenha que vejo do livro, já estava curiosa para ler ele assim que vi a capa (sim sou dessas, que lê livro pela capa hahahah) amei a sua resenha e o livro pelo visto é divertido e é uma daquelas leituras que não queremos mais largar, imagina só encontrar um cara no estacionamento e pedir para ele fingir ser seu namorado hahahaha.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Que bonitinho esse livro, adorei a sinopse e a resenha. É juvenil, mas eu gostei! :)
    Parece filme da Sessão da Tarde! Adoroooo!
    um super abrço

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Que bonitinho esse livro, adorei a sinopse e a resenha. É juvenil, mas eu gostei! :)
    Parece filme da Sessão da Tarde! Adoroooo!
    um super abrço

    ResponderExcluir
  10. gosto é uma coisa engraçada, todas as outras resenhas que eu li eram negativas.
    pelo menos a narrativa da autora é legal, pq a história é bem clichê, né? sem falar que muito teen
    apesar dos seus elogios, continua não fazendo meu estilo de livro, essas coisas de High School não dá p mim

    ResponderExcluir
  11. Não dei muita moral pra ele quando vi por pensar que seria um desses de adolescente bobinho. Mas parece que é um livro que aborda temas bem interessantes, problemas e coisas do tipo que você pode imaginar acontecendo e não muito dramático. Acho que é desses que pode se ler em qualquer idade. Continuação não sei se gostaria, porque o que chamou atenção nele é não ter. Mas dependendo do quanto goste seria interessante né? =)

    ResponderExcluir
  12. A princípio do livro me pareceu bem "teen", o que não despertou minha vontade de ler, mas pela resenha positiva, eu daria uma chance, até pq ele não é muito grande.

    ResponderExcluir
  13. Eu amo a capa desse livro, é linda e bem adolescente. Apesar de eu já ter passado dessa fase há algum tempo, quero muito ler esse livro.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Esse livro está na minha lista de leitura, adorei essa capa que está linda e mesmo a historia tendo um tema simples achei interessante os temas que a autora trata a parti dela e com certeza parece o tipo de historia real !!

    ResponderExcluir
  15. A capa desse livro é a coisa mais fofa, e só por isso já ganha pontos comigo.
    Pela primeira vez que vi algo a respeito, não dei muita bola por parecer ser só mais um livro adolescente, mas depois de reler a sinopse por aqui, o livro me cativou.
    Parece ser uma história leve e gostosa (cara de sessão da tarde, né?), perfeita para ler em um sábado. Com certeza entrou para a lista de leitura, ainda mais por você ter comentado que os personagens são bem reais.

    ResponderExcluir