Como Eu Era Antes Você

Autor: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 320
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.

Antes de tudo confesso que de tanto ouvir falar desse livro, inclusive saber o final dele, eu não tinha nenhum interesse em ler, porque vou assumir, sou chorona pra caramba, e tinha receio de não ter a mesma reação que a maioria ao ler esse livro. Mas depois de ver muitos trailers do filme, a curiosidade foi maior ao ponto de fazer o Top Comentarista e por fim resolver ler o livro antes mesmo de ver o filme. Então eis que me surpreendi...enfim leiam a resenha...

Louisa Clark, ou Lou, já é uma mulher aos seus 26 anos, mas ainda mora com seus pais, ela é feliz trabalhando como garçonete em um café em uma pequena cidade da Inglaterra. Ela tem um relacionamento bem longo, quase sete anos, com Patrick, um atleta muito focado. Então em resumo ela é feliz com sua vida acomodada e sem maiores ambições, e tudo o que deseja é que as coisas sempre continuem como estão.

Mas claro nunca é como desejamos, então tudo muda quando o dono do café decide fecha-lo e dispensa os serviços de Lou. Precisando de um novo emprego para ajudar nas despesas de casa, mas sem estudo e sem experiência em outra coisa a não ser o de atendente, o único emprego que consegue é o de cuidadora de um tetraplégico.

Will Traynor é um homem com 35 anos e conheceu o mundo, literalmente, e vivia “perigosamente” e que teve sua vida virada do avesso dois anos atrás, quando uma moto o atropelou e o deixou tetraplégico, com um pouco de movimento em uma das mãos, mas não o suficiente que fazer as coisas sozinho.

Muito inteligente, mas muito amargurado pela vida e, é totalmente compreensível, mal humorado, ele não aceita a sua nova condição, mas claro, que isso começa a mudar quando Lou passa a trabalhar em sua casa.

Em pouco tempo, Lou descobre que Will tentou tirar a própria vida e que o seu contrato de 6 meses de trabalho tem um motivo, foi o prazo que ele deu aos seus pais, pois depois disso ele quer ir para as Dignitas, uma clinica na Suíça para as pessoas que querem morrer.

Ao saber disso Lou, se sente de certa forma traída, pensa em desistir, mas acaba decidindo tomar como uma missão, tentar convencer Will a viver, e para isso ela cria planos e programas para o dia a dia dele, tudo para provar que ele pode ter uma vida longa e feliz.

É obvio que não foi fácil, afinal Will não aceitava aproximação de ninguém, mas ao pouco Lou foi conseguindo rachar a bolha de amargura dele, e com isso a amizade deles vai surgindo e crescendo se transformando em algo lindo.

Estou apaixonada pela escrita da autora, ela soube retratar com detalhes as dificuldades que um cadeirante tem inclusive os casos mais graves como de Will, que dependia totalmente de terceiros. A dificuldade de ir aos lugares e a falta de solidariedade de muitas pessoas, mas acima disso o valor da verdadeira amizade.

A frustação que Will tinha por ser agora um tetraplégico, no que antes era uma pessoa muito ativa e gostar de aproveitar as oportunidades que a vida lhe dava.

O relacionamento com sua mãe também ganha alguns destaques no livro, a conflito que ela tinha por “aceitar” a decisão do Will, apesar de ir contra só por querer que o filho fosse feliz, e não medindo esforços quando Lou trouxe, mesmo de forma fraca, uma nova esperança de talvez mudar a decisão dele.

A narrativa é toda em primeira pessoa e feita pela Lou, com exceção do prologo que é contada pelo Will, é muito fácil, apesar do tema, tanto que li muito rápido. Chorei rios em varias partes do livro, e em muitas delas foi em público, mas não consegui me segurar.

Já estou lendo Depois de Você, e não vejo a hora de ver o filme.

assinatura-viviane

14 comentários:

  1. Oiiee,
    Amei a resenha, estou super curiosa para ler os livros, já vi o filme hahahaha não me segurei e li antes de ler os livros, chorei muito, e mesmo já sabendo uma parte do que acontece, isso não reduz a minha vontade de ler o livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  2. Eu amei esse livro, a escrita de Jojo me envolveu com os personagens, chorei e ri muito com o livro, e também me fez refletir sobre a vida e as pessoas deficientes, estou louca para assistir o filme, espero que me desperte as mesmas emoções

    ResponderExcluir
  3. Amo esse livro <3 Achei tão perfeito tudo. Chorei horrores :/

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, esse livro causa uma mistura de emoções e é difícil explicar. A autora criou uma narrativa fluida e uma relação que evolui no tempo certo. Também senti essa necessidade de que as coisas acontecessem mais rápido, mas essa foi a forma que a Jojo utilizou para mostrar a veracidade do carinho e amor que nasceu entre os personagens. Mesmo já conhecendo toda a história mesmo sem ter lido tudo ainda não imagino que algo possa ser ruim nesse livro e sua resenha ficou perfeita

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    O livro é perfeito, a Jojo é maravilhosa. Apesar do assunto ser um pouco pesado e envolver fortes emoções a autora fez de uma forma tranquila, pelo menos em mim, que causou uma reflexão. O filme está muito lindo, eu adorei!!! Ainda não li Depois de você, mas to ansiosa pra ler também.
    um super abraço

    ResponderExcluir
  6. eu tô na mesma situação, fugindo desse livro pq eu não quero chorar. mas, assim como vc os trailers me deixou super curiosa!
    eu estou louca para conhecer a escrita da jojo, pois só vejo elogios.
    criar coragem (e pegar uma caixa de lenços) para poder começar a ler

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é sensacional. O final é de chorar, mas tem tantas partes emocionantes. O Will, meu Deus, como fiquei de coração partido por ele. Por ele ser esse cara que curti fazer rios de coisas e então se ver ali, paralisado. Caramba, a decisão dele é muito mais do que compreensível naquelas circunstancias. Isso até a garota surgir e me fazer mudar de ideia, porque só queria que esses dois ficassem juntos! Maldito final :'(
    Ainda não vi o filme, mas dizem que pegou bem essas emoções e ficou lindo. Quero assistir também. O livro vale muito a pena e ver o resultado em telão deve ser muito bom.
    Aí a gente chora em público mesmo não é? Se com o livro já foi tenso, imagina ver?

    ResponderExcluir
  8. Como Eu Era Antes de Você foi um dos livros que mais me fez chorar na vida. As últimas 50 páginas pelo menos foi só chorando rsrs felizmente eu li em casa. Passei bem uma semana me sentindo mal pelo final, foi inacreditável pra mim, eu não aceitei, e antes de ler o livro já havia visto spoilers do fim. Não vi o filme ainda, mas pretendo, imagino que seja quase tão bom quanto. Enfim, gostei da resenha, e quero ler logo logo Depois de Você também.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  9. Não li o livro.
    Na vdd, como vc, eu tb nem me interessei tanto no começo, mas vi os trailers e acabei ficando curiosa pra ver o filme.
    Vi e gostei muito!
    Pelo visto, o filme é bem fiel ao livro.
    Não chorei litros mas fiquei comovida com a sensibilidade da história.
    No filme dei até boas risadas com Lou ^^

    ResponderExcluir
  10. Oi Viviane, tudo bem?
    Nem preciso dizer como estou ansiosa por essa leitura né?
    Mas confesso que aconteceu o mesmo comigo, eu peguei spoiler e sei o que acontece no final, e desanimei completamente de ler.
    Mas sempre via tantos comentários positivos que a vontade falou mais alto, comecei a ler em pdf mas a leitura não rendeu, então depois de uns dias vi o top e pensei 'wow, é agora, que a sorte esteja a meu favor' kkkkkk Louca né? háhá
    Mas enfim, amei a resenha, não sabia de vários pontos que você citou, e também estou super ansiosa para ler o livro. ♥
    Beeeeijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Fui ler esse livro para poder assistir ao filme e também já sabia a historia do livro mas a escrita da Jojo Moyes trouxe um diferencial mesmo eu já sabendo o final, gostei muito como ela nos trás os posicionamentos do Will e da Lou nos fazendo compreender esse dois lados mesmo não aceitando e essa foi uma leitura que me conquistou !!

    ResponderExcluir
  12. É um livro tão comentado, mas ainda não pude ler. É uma história que parece ser comovente. Só espero que não tenha final triste.

    ResponderExcluir
  13. Confesso que fiquei enrolando MUITO tempo para ler esse livro e acabei o pegando mais por causa do filme (que queria assistir só depois de ler). Eu gostei bastante da história e super adorei a Lou (e suas roupas magníficas, porque né?!) e Will, mesmo ele ter me afogado em lágrimas no final, que, por mais triste que seja, foi o melhor que a Jojo pôde escrever para a história, já que é um de seus diferenciais na minha opinião.

    ResponderExcluir