O Oráculo Oculto



Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2016
Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus.
O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas. Vários semideuses estão desaparecidos e o Oráculo de Delfos, a fonte de profecias, está na mais completa escuridão.
Agora, o ex-deus terá que solucionar esses mistérios, recuperar o oráculo e, mais importante, voltar a ser o imortal belo e gracioso que todos amam.

Para todos que me conhecem, não é segredo que adoro os livros do Rick Riordan, ainda mais quando envolve o mundo do Percy Jackson. Então quando soube que sairia mais um livro com a participação de alguns personagens desse mundo, eu precisei ler.

Seis meses após a guerra contra Gaia, Apolo é expulso do Olimpo por Zeus e exilado para a Terra como um adolescente mortal de 16 anos.

Alguns traços da sua beleza continuam, mas para desespero de Apolo, agora ele tem espinhas e barriga. Perdeu parte de sua coragem, e é muito desengonçado.

Como se não bastasse isso, o desespero aumenta quando descobre que terá que ficar sob o comando de Meg, uma semideusa que ele encontra em um beco onde caiu. Claro que cumprir ordens de um semideus seria uma parte da sua penitencia, e ele sabe disso logo que cai na Terra, afinal é a sua terceira expulsão do Olimpo, então já sabe do babado.

Caso não saibam, Apolo era o responsável pelo Oráculo de Delfos, e durante os seis meses após a guerra, enquanto ninguém deve noticias de Apolo, até que ele caiu na Terra, o Oráculo este silencioso, e todos os outros meios de comunicação também. Por consequência, Rachel, a Oráculo do Acampamento Meio Sangue, não consegue mais fazer profecias, e sem elas, os semideuses não tem missões.

Conseguem imaginar como estão às coisas no Acampamento né?! Enfim...

Claro que a solução é ir para o Acampamento Meio Sangue, e pedir ajuda à Quirón, e é ai que começa as confusões, pois Apolo descobre que o problema das comunicações e a falta de profecias é porque o grande inimigo de Apolo, a grande serpente Píton, está dominando o Oráculo de Delfos. E então fica bem claro qual será a missão de Apolo.

Sem querer desmerecer os outros livros, mas eu achei particularmente que esse livro foi muito mais divertido que os outros.

A forma como foi narrada a história, é como se depois de tudo o que aconteceu, Apolo resolveu se sentar e contar como se fosse um bate papo, colocando no meio da história principal, relatos e acontecimentos que ele presenciou e que viraram história, relatos “reais” das histórias que conhecemos.

Isso só deixou a narrativa mais leve, ao ponto de eu ler o livro em um dia.

Tivemos a participação de um semideus brasileiro, que nunca era compreendido rs.

Enfim, fiquei tão encantada com o livro, que já estou desesperado pela continuação, mas acredito que só vá sair no próximo ano.

assinatura-viviane

Um comentário:

  1. Oi!
    Nossa, assim como você, sou fá dos livros do Rick Riordan, e quero muito terminar de ler Os Heróis do Olimpo pra poder chegar nesse livro. Vamos esperar que a continuação saia logo!
    Beijos, Bel
    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir