Feitiço da Sombra

Livro enviado pela Editora
Autor: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 288
Segundo livro da trilogia Primos O’Dwyer, Feitiço da sombra é uma emocionante história sobre os maiores poderes mágicos que existem: o amor, a amizade e a família. Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido... Até que um beijo põe em risco a segurança de todos. Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua. Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele. Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.

Esse é o segundo livro da trilogia Os Primos O’Dwyer, o primeiro já foi lido e resenhado aqui no blog, se quiserem conferir clique aqui. Por isso essa resenha pode conter spoiler do primeiro livro.

Para quem não sabe, essa trilogia conta a histórias de três herdeiros da Bruxa da Noite, Sorcha, e a maldição que eles carregam. Dois irmãos, Connor e Branna, e a prima américa Iona.

No primeiro livro, além da introdução a história, o foco é no desenvolvimento de Iona, que descobriu recentemente os seus poderes de bruxa, e o romance que desenrola com Boyle (mais detalhes leia a resenha).

Já nesse livro, o foco é em Connor. Os três ainda estão tentando acabar com a maldição, que nada mais é que destruir Cabhan, o que tem se mostrado bem difícil, apesar de achar que já matei a charada de como vai acontecer, rs.

Mais uma vez a historia se desenrola na Irlanda, no condado onde moram, Mayo. Um lugar que só na sua beleza já carrega muita magia.

Meara, uma grande amiga de Branna e Connor desde sempre, e que trabalha nos estábulos para Fin e Boyler, já faz parte desse grupo nada convencional desde o primeiro livro, onde já percebemos que já rolava uma tensão entre ela e Connor.

Depois de um acontecimento pra lá de chocante pra Meara, em um momento de alivio, a sua reação foi beijar Connor e foi quando tudo começou a mudar, claro que não foi de cara, afinal dos dois se conhecem desde pequenos, e eles tem uma boa e grande amizade, e o medo de perder isso, acaba por atrapalhar muitas vezes.

Claro que os traumas de Meara, também contribui e muito no atraso do desenrolar do romance, mas Connor nesses momentos se mostrou bem maduro, ou na medida do possível, e soube levar a coisa.

Apesar de a história se praticamente a mesma que no primeiro livro, na questão romance e o desenvolvimento pra encerrar essa bendita maldição, eu consegui, ou pelo menos acho que sim, encontrar uma enorme dica de como será o desfecho da maldição, como finalmente os Três finalmente vão destruir Cabhan.

A amizade e o sentimento de família estão mais presente nesse livro, principalmente no final.

Não vejo a hora de ler o terceiro, Magia do Sangue, afinal além de ser o desfecho de tudo, ainda teremos o casal Branna e Fin como protagonista.

assinatura-viviane

Nenhum comentário:

Postar um comentário