O Despertar do Príncipe


Autor: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Páginas: 384
Livro enviado pela Editora para resenha
O Despertar do Príncipe - Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação. E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade. Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo.

Nesse primeiro livro da nova coleção da Colleen, Deuses do Egito, vamos conhecer todo o mundo da cultura Egípcia.

Lilliana é uma garota doce e conformada, ela tem tudo e continuara a ser assim se ela sempre se comportar conforme seus pais desejam. As suas amizades tem que ter a aprovação deles, a sua faculdade, só pode ser uma da lista pré-aprovada por eles para que ela siga a profissão digna de orgulho. Ou seja, a opinião dela nunca é levada em conta, nem mesmo solicitada. Mas apesar disso, sua vida é confortável e muito chata, rs.

Com o peso de ter que escolher o curso que vai cursar na faculdade, ela se senta muito sufocada, e ela aproveita as suas férias do colégio para se refugiar em seu lugar preferido, o Museu, e esquecer um pouco disso tudo. E ai que tudo vai mudar.

Enquanto está no Museu, Liliana acaba por encontrar um estranho, careca, vestido em um saiote que fala em uma língua muito estranha em um setor que não deveria ter ninguém. Esse estranho acaba por conseguir dizer que precisa muito da ajuda dela.

Esse estranho é Amon, um príncipe do antigo Egito, que hoje é nada mais nada menos que uma múmia muito velha, e que acabou de despertar de seu sono de mil anos. E uma vez que seus vasos canópicos, aquele vasos onde seus órgãos ficam guardados, sumiram ele não vê outra opção a não ser lançar um encantamento em Liliana para usar a força vital dela e concluir a sua missão.

No desenrolar da história descobrimos que ele não é o único príncipe mumificado que precisa ser despertado para cumprir essa tal missão, que nada mais é que impedir novamente que o Deus Seth, desperte e destrua o mundo. E Liliana acaba se vendo envolvida em uma grande aventura.

Não sei se já falei aqui, mas sou apaixonada por mitologia egípcia, tanto quanto a grega e romana. Então fiquei louca quando soube do lançamento dessa coleção.

Amon é um fofo, apesar de ser um cabeça dura, fazer o que né. Eu gostei tanto dele que comecei a torcer para ele ficar com Liliana, mas ai apareceu seus irmãos, então, o meu preferido meio que mudou rs.

Liliana é outro personagem, que no fim se mostra mais forte do que parecia a principio. O que dá uns pontos a favor dela.

A leitura é envolvente e até mesmo divertida em alguns trechos. Aos poucos conhecemos um pouco mais sobre os Deuses do Egito, conhecer lugares que de alguma forma tem uma conexão com essa antiga civilização. Então esse livro é um prato cheio para os loucos por aventura.

E claro tem essa capa maravilhosa que a editora não deixou nem um pouco a desejar.

Como disse no começo, esse é o primeiro de uma trilogia, pelo menos é o que ouvi dizer. No final somo presenteados com um pequeno trecho do próximo livro, O Coração da Esfinge, e já estou louca para ler o restante, mas infelizmente terei que esperar até março, fazer o que né?!

Então não preciso dizer que recomendo a leitura né?

assinatura-viviane

Um comentário:

  1. Oi!
    Também adoro mitologias: grega, romana, egípcia, sempre me divirto! Gostei de saber que a personagem principal é bem desenvolvida assim, acho que muita gente consegue se identificar. Fiquei bem interessada! Espero que possa ler logo também!
    Beijos, Bel
    http://devoradoreshistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir