Ame o que é Seu


Olá, Devoradores!
Depois de alguns dia sumida aqui do blog, hoje volto com uma resenha uma pouco decepcionante...por isso será um pouco difícil expressar o que achei da história, mas calma vou tentar ser justa e lembrem essa é a minha impressão, muitos gostam da história e do livro...

Autor: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 312
Ano: 2012
“Como amar de verdade a pessoa que está comigo, se não consigo esquecer alguém que ficou no passado?”.
O tema deste livro deixa aquela pulga atrás da orelha, te faz imaginar como seria a vida se tivéssemos feitos outras escolhas. Esta é uma história para quem algum dia já se perguntou isso.
Em Ame o que é seu o leitor encontrará a história de uma mulher (Ellen) dividida entre o amor real e aquele fatídico 'E, se'.O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mútua e o quanto um esperta o melhor do outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, aquele que partiu seu coração sem se explicar, aquele que ela não conseguiu esquecer.Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.O desenrolar da história é contagiante, pois a cada página acontecem novas cenas que é quase impossível abandonar a leitura, ou ... não se colocar em seu lugar.

Imagino que algum dia todos já tenham se feito a pergunta “E se?”. Muitas vezes por questões bobas, e outras que poderiam mudar a nossa vida...

Em Ame o que é Seu, Ellen se faz essa pergunta muitas vezes...e confesso isso as vezes me irritou.

Ellen é uma fotografa muito bem sucedida e casada com Andy, irmão de sua melhor amiga e advogado. Sua vida é perfeita até esbarrar acidentalmente com seu ex, Leo, que não tem noticias há oito anos.

A causa do fim do relacionamento de Leo e Ellen acaba sendo meio fraquinho, ainda mais depois que mostra o quanto de rancor ela deixou acumular depois disso, mesmo não percebendo. Por isso, com a aparição repentina dele, fez diversas memorias e sentimentos retornarem com força total.

O que mais me incomodou na Ellen, foi a sua constante indecisão, eu até compreendo que muitas pessoas sejam assim, mas ela conseguiu se superar. Sempre tentando esconder coisas simples, e que acabaram virando uma enorme bola de neve, ao invés se simplesmente se comunicar.

A narrativa que foi sempre em primeira pessoa, de certa forma não incomoda, mas senti falta de conhecer um pouco a história do ponto de vista de outros personagens, principalmente do Andy, que foi um dos mais afetados pelas atitudes de Ellen.

Esse é um livro sobre as consequências das nossa escolhas, esse é o foco dele, esse foi um dos pontos que me decepcionaram, pois achei que o foco seria no romance, mas até ai tudo bem, porque também gosto de livros que podemos tirar alguma lição.

Só que eu tinha também uma grande expectativa sobre a forma de escrita da autora, que achei que seria totalmente envolvente, e acabou que foi simplesmente uma leitura leve para passar o tempo.

Ainda não desisti, vou ler mais um livro da autora e ver se ela consegue me conquistar...

assinatura-viviane TOP COMENTARISTA

4 comentários:

  1. Uma colega minha também leu esse livro e não gostou muito. Acho que o fato de ter uma personagem extremamente indecisa não ajudou muito, né? Superar e viver o presente é a melhor solução. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Vivi!
    Já tive oportunidade de ler o livro e o que mais gostei foi justamente a oportunidade de podermos nos questionar sobre nossas atitudes e nossas decisões, e, lembro que estava em uma época de muitos questionamentos e por esse motivo gostei muito.
    Realmente a indecisão da protagonista por vezes cansava, mas até isso foi bom na época.
    Desejo um final de semana carregadinho de luz e paz!!!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Achei livro em particular muuito bacana, esta coisa de ''duvidas'' de sabe o que fazer sobre a vida, em relação a esquece o passado e muuuito interessante! Ainda não tive oportunidade pra ler este livro mais sinceramente curti bastante esta coisa de tomar decissoes!

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li nenhum livro da Emily, mas sempre vejo nas resenhas que ela sempre deixa alguma coisa a desejar, eu pensei que esse fosse um livro romântico, não uma lição de vida, mas tudo bem, vamos para outro livro da autora.

    Abçs :)

    ResponderExcluir