A Ascensão dos Nove


Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 287
Antes de encontrar John Smith, o Número Quatro, eu estava sozinha, lutando e me escondendo para continuar viva. Juntos, somos ainda mais poderosos. Mas isso só vai durar até precisarmos nos separar para localizar os outros. Fui até a Espanha em busca da Número Sete e encontrei mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar vivo de Lorien. Ella é mais jovem que o restante de nós, mas igualmente corajosa. Agora estamos à procura dos outros — de John inclusive.

Cuidado esta resenha poderá conter spoiler dos livros Eu Sou o Número Quatro e O Poder dos Seis

Depois da tão desejada fuga da “caverna” dos Mogadorianos, o Quatro e Nove, consegue achar um abrigo para se recuperarem e se prepararem para o seu maior objetivo, vencer Setrákus Ra e por um fim a guerra contra os Mogadorianos.

É claro que tudo tem um, porém. Quatro que até então estava focado nessa missão, passa a ficar um pouco distraído, afinal ele deixou o seu melhor amigo, Sam, para trás e pretende voltar para resgata-lo, mas Nove, parece ter um pouco mais de juízo, convence Quatro a seguir em frente até estarem preparados para voltar.

Nesse meio tempo, Seis está com Sete, Dez e Crayton na Índia, onde ao que tudo indica, tem mais um membro da Garde. Eles sofrem bastante até conseguirem localizar o Oito, em uma zona onde só encontra encrenca, e bem longe do local combinado com Quatro. Mas nem tudo e tensão, pois no meio dessa confusão toda, temos a oportunidade de conhecer mais Oito.

Já Nove e Quatro, que estão dando um tempo na missão para se recuperarem, acabam descobrindo coisas muito interessantes em suas arcas e claro perdendo muito tempo com briguinhas desconexas.

Nove e Quatro me decepcionaram bastante nesse livro, se tornando os chatos da história toda, salvo alguns momentos de comedia. Seis e Sete, acabam sendo o destaque do livro. O que me agradou bastante.

A ação do livro começa do meio para o final. Sendo intensificado mais no final.

Sinceramente achei que tudo acabaria nesse livro, mas com o final que teve, fiquei decepcionada e não queria acreditar que tudo acabaria dessa forma, foi quando descobrir a ideia original de trilogia passou a ser de uma coleção de seis livros. Não sei se isso me anima ou desanima.

Eu penso em desistir da coleção, mas depois desisto, quero saber onde tudo isso vai levar, mesmo que me decepcione.

Acho que esse livro está no mesmo nível que o segundo, salvo os momentos com Oito, Seis e Sete.

Esse livro terá muita ação do meio para o fim, e quem ler terá a sensação de que está sendo enrolado. Mas dá pra perceber que teremos muitas coisas tensas para os próximos livros, assim espero.

Então o que resta é ler o próximo livro que já foi lançado, mas que ainda não tenho previsão de compra/leitura.

assinatura-viviane

3 comentários:

  1. Não conhecia essa série, mas não fiquei muito interessada.

    ResponderExcluir
  2. Oi Vivi, tudo bom?
    Ah, eu fico tão empolgada com sua capacidade de dar continuidade às séries. Eu me perco fácil fácil nos lançamentos e para continuar lendo a série eu preciso ter gostado muito muito!
    Ainda não li Sou o numero 4 nem O poder dos Seis, mas quero muito ler. Parece ser um livro com bastante ação e aventura! Adorei!
    Beijão
    http://www.sarahmarques.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiiiiiii
    Não é algo que tenha me chamado a atenção... Não sei se leria agora...
    =/

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir