Óculos, Aparelho e Rock’n'Roll

Olá Devoradores!
Hoje é dia de resenha para o Desafio Literário 2014.
O livro lido é o primeiro opcional...que tive que trocar, pois a primeira opção não rolou.
Então vamos conferir...
Ler um livro que tenha no mínimo 3 palavras no título

Autor: Meg Haston
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 304
Super-rigorosa e cheia de estilo, Kacey Simon dita as tendências na escola Marquette. Ela anda com as garotas mais bonitas e populares e tem seu próprio programa de TV no canal do colégio, dando conselhos e explicando para seus colegas a verdade nua e crua - quer eles queiram ouvir, quer não. Mas então uma infecção ocular e uma visita ao dentista deixam Kacey com óculos fundo de garrafa, a boca cheia de metal e... a língua prefa. Rejeitada pelos amigos populares, ela despenca da pirâmide social de forma tão dramática que fica difícil enxergar o topo, mesmo com aquelas duas lentes de aumento no rosto. Sem ter mais a quem recorrer, Kacey começa a andar com uma vizinha nerd e um garoto que leva a vida num ritmo próprio - na verdade, no ritmo do baterista de sua banda. Ele a quer como sua vocalista, mas ela está decidida a recuperar seu trono. Será que Kacey vai alcançar o topo novamente? Ou vai descobrir que chegar ao fundo do poço meio que é... o máximo? Nesse divertidíssimo romance, Meg Haston conta a história de uma garota malvada que, com um bom par de óculos, passa a enxergar melhor não só as coisas, mas também a vida.

Kacey Simon tem 13 anos, claro ainda uma estudante, tem muito estilo e popularidade, tem seu próprio programa na TV da escola e melhores amigas fabulosas. Ela sempre fala a verdade eo que pensa mesmo que isso magoe as pessoas, pois ela acha que todos adoram esse traço nela e que deveria agradecer pela sua ajuda, principalmente aqueles que escrevem para o programa pedindo conselhos.
Para completar o quadro, ela ainda foi escolhida como protagonista do musical da escola, onde ela terá a oportunidade de contracenar, beijar e talvez no final ainda namorar com o seu paixonite Quinn. As coisas nunca estiveram tão perfeitas para ela né?!?!?!
Como sabemos a vida nem sempre é um mar de rosas, e não foi diferente pra Kacey. Quando ela achou que nada nem ninguém poderiam estragar as coisas, foi quando tudo desabou.
Ela contraiu uma infecção nos olhos, obrigando-a a usar óculos de casco de tartaruga até que a infecção passe, ou seja, duas semanas inteiras.
Calma que não para por ai. A vida não satisfeita em tirar as lentes de contato de Kacey, ainda consegue dá uma rasteira nela, no dia da festa de aniversário de sua amiga Molly, assim ela precisa fazer uma visitinha urgente ao dentista, que acaba deixando-a com um grande sorriso metálico e com a língua presa. A vida podia ser mais cruel com ela?!?!?!
Assim uma Kacey diva, popular, acaba se tornando a grande piada da escola, com direito até a um vídeo no Youtube. Suas “grandes” amigas se afastam e o que sobra para ela são as pessoas que ela mais criticou durante a sua “existência”, Zander e Paige, um rockeiro com mal gosto pra roupas e uma ex-amiga nada popular.
Com a ajuda dos dois, direta e indiretamente, Kacey começa a traçar um plano para voltar ao auge da sua popularidade.

Mesmo o livro sendo para um público mais novo (10 á 15 anos) eu me diverti muito lendo, o que me deixou feliz, pois desde o lançamento que desejo ler esse livro.
O livro todo é narrado pelo ponto de vista da Kacey, o que nos mostra a evolução dela no decorrer da leitura. Apesar de o livro ter 304 páginas, a leitura é bem rápida e extremamente divertida, ao ponto de me identificar em alguns momentos com a protagonista. A capa também é um ponto que favorece.
Zander e Paige foram os que mais a ajudaram nos momentos difíceis e os que contribuíram para a evolução de Kacey, de mimada para nem tanto kkkkk. E também se tornaram o meus personagens queridos da historia, principalmente Zander.
Quando cheguei ao final, esperando uma coisa descobri que teria uma continuação, o que me deixou muito revoltada, porque não tive o final que tanto desejei durante a leitura. Então não vejo a hora de sair o próximo.

Avaliação:
assinatura-viviane

10 comentários:

  1. Oi, Viviane
    Adorei o título do livro. A capa é muito legal. Gostei muito da premissa do livro, me lembra aqueles filmes da sessão da tarde, que eu adoro. Fiquei com muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi :)

    Já li esse livro e para o gênero ele me agradou muito. Concordo com você a respeito da continuação, fiquei revoltado também. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Ai, desejo muito este livro, faz tempoo. Adorei sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Essa é a segunda resenha que leio desse livro, mas infelizmente não consigo me interessar por ele.. essa leitura eu vou passar..

    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  5. Oiiiiii,
    toda vez que vejo esse livro, eu lembro da Estelinha (do hospicio).
    Na bienal do ano passado ela queria muito ele, e eu comprei porque ela falou!
    Ainda não li, e não sabia que tinha continuação...

    O jeito é aguardar né?!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  6. Eu morro de vontade de ler esse livro, justamente por causa da capa, é linda!!
    Odeio quando o livro tem continuação, quando você não achava que teria! :/
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  7. Oi Vi, não conhecia o livro mas parece bem legal. Me diverti lendo a sua resenha.

    Bjim,
    Tammy

    http://livreando.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li esse livro mas nunca vi uma história onde os papéis se invertem para pior, deixar de ser a popular para ser a nerd que todos passam a ignorar..

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que isso deveria acontecer com certas pessoas na vida real também.
    Quanto ao livro acho que também me divertiria lendo.

    ResponderExcluir
  10. Olá Vivi,
    já vi esse livro diversas vezes em promoção, mas desisti de comprar pq ele me parecia trazer uma historia de uma adolescente sofrida e bullingada... bem., sua resenha confirmou isso. Como vc disse é para uma faixa de 10-15 anos e, apesar de me divertir, outros livros passam facilmente a frente.
    Super Abraço!!

    ResponderExcluir