O Beijo Mais Sombrio


Autor: Gena Showalter
Editora: Harlequin Books
Ano: 2010
Páginas: 398
Há muitos séculos Anya, a deusa da anarquia, controla os corações e as almas dos homens...porém, jamais sentiu prazer. Até conhecer Lucien, a própria encarnação da morte. Um guerreiro destinado a conduzir almas para o outro lado. E ele tem um poder sobre ela que homem nenhum jamais teve. Anya está disposta a arriscar qualquer coisa para possuí-lo. Mas quando Lucien recebe ordens dos deuses para levar a alma de Anya, eles devem escolher entre derrotar as forças que os condenam ou sacrificar seu amor em nome de uma vontade divina...

Hoje a resenha é sobre o segundo livro da coleção Os Senhores do Submundo, então se você for menor de idade e ainda não seu o primeiro livro não recomendo que continue a leitura da resenha. Depois não vá dizer que não avisei.

A história é focada em Lucien, que é o guardião do demônio da morte. Ele é responsável por escoltar as almas, ora para o inferno, ora para o paraíso, dependendo do merecimento. A Morte foi aprisionada nele, pois foi ele quem abriu a caixa de pandora e a matou e assim acabou libertando todos os demônios.
Lucien é um cara muito enigmático, com olhos de cores diferentes, um azul que se “acende” quando precisa ir para o mundo espiritual, e o outro castanho. Ele tem cicatrizes por todo o corpo, e foram adquiridas, depois que sua amada morreu, foi à forma que ele achou de se punir.
Assim como o demônio da Violência, história contada no primeiro livro, Lucien tem uma tatuagem em forma de borboleta azul, exatamente no local onde a Morte o tocou.
No livro anterior Lucien, sentia que estava sendo seguido e observado por alguém, mas não conseguia identificar quem seria só sabia que não eram os caçadores. Logo no inicio desse livro, ele descobre que quem fazia isso era Anya, a Deusa da Anarquia e que por coincidência ajudou Maddox (Violência) e Ashlyn a quebrarem a maldição.
Logo de cara Anya, ficou louca por Lucien, ao ponto de tentar seduzir ele. Mas ele resistiu, achando impossível uma garota como ela, linda se interessar por ele, mas isso só aumentou a vontade de Anya de conseguir “vitória”.
"Deuses, como ele era sensual! Tinha os olhos mais loucos que ela já vira um deles era azul, e o outro, castanho, e ambos impregnados com a essência do homem e do demônio. E as cicatrizes...Tudo o que ela conseguia pensar, com o que conseguia sonhar, que conseguia desejar, era lambê-las. Eram lindas, uma evidência de toda a dor e sofrimento a que ele já sobrevivera."

Mas nem tudo é festa, logo depois de descobrir quem era Anya, Lucien recebe uma pequena visita de Cronos, que exige que ele mate ela e traga o corpo, do contrario seus amigos é quem sofreriam. Sem saída a não ser fazer o que foi “ordenado” Lucien sai em busca de Anya. Em paralelo, os outros guardiões, vão para Grécia, atrás de pistas da caixa de pandora.
Durante a sua caça, Lucien se via cada vez mais atraído por Anya, ao ponto de não conseguir mata-la. Ele começou a descobrir os segredos dela, o porquê de Cronos querer que ela seja morta e assim achar uma forma de barganhar com o Titã e salva a vida dela.
“Deixe - Disse ele. - Eu...Eu... - Sua boca salivava. Pode ter prazer temer as consequências... - Deixe-me possuí-la de todas as maneiras possíveis, sem penetrá-la de fato - Ele disse, acariciando lhe o pescoço com o nariz - Por favor, quero sentir o seu gosto. "

Mas toda desobediência a um Deus tem uma consequência, imagina a um Titã que está a trás de poder. Assim Cronos de cansa e resolver tirar as forças de Lucien até que chegue a sua morte ou um sacrifício.

Eu sou suspeita para falar dessa coleção, pois adoro histórias quem envolvem Deuses e tal, e ainda ter uma pitada de romance e sensualidade.
O livro é tão intenso que o terminei rapidinho.
Esse livro, assim como seu anterior, é cheio de ação, acho até que tem mais, já que Lucien precisa matar Anya e ela não deixa que isso seja algo fácil de fazer, então constantemente os dois estão lutando. Tem também as partes mais “calientes”, onde os dois se entregam a paixão que domina os dois.
Mas não se preocupem, pois o livro não foca só neles, ele fala um pouco sobre os outros guardiões, e deu até uma brecha para o próximo que é sobre o demônio da Dor se não me engano.
A capa é linda, sempre representando o guardião da vez. A diagramação me agradou, mesmo tendo encontrado alguns errinhos ortográficos, mas o que talvez tenha me incomodado foram as folhas brancas, pois terminei a leitura com uma dorzinha de cabeça, afinal uso óculos e isso as vezes incomoda muito.
Mas tirando esses por menores, eu recomendo muito a leitura do livro. Principalmente para aqueles que gostam do gênero.

Avaliação:
assinatura-viviane

11 comentários:

  1. Não sou muito fã do gênero, então nem tento ler rs
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a série. Curto bastante histórias que envolvem deuses! Mas essa não me chamou a atenção.. E folhas brancas são mesmo o Oh! só quem é amigo do oftalmologista sabe é doido lê-las.

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  3. Vivi! Fiquei super curiosa!
    Também adoro histórias que mexem com esse 'sobrenatural' - seja ele sombrio ou não. Deuses é um dos assuntos que eu adoro (super fã de mitologia grega)... Tenho certeza que adoraria essa coleção e esse livro!
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir
  4. Eu não gosto muito desse gênero de livro, pois não gosto de mistérios, talvez eu não goste por não ter costume de ler. Para saber, só lendo um bom livro desse gênero para tirar a prova.

    ResponderExcluir
  5. oii Viviiiiiiiiiii..
    Não conhecia a serie, não li a resenha toda, pulei algumas partes porque fiquei muito interessada em ler o primeiro livro!!!
    Agora, lamber cicatrizes??!! ahahahahahaha ieeca!

    Beijinhos
    Sou eu... Pri!

    ResponderExcluir
  6. Achei a estória bem diferente...
    uma deusa da anarquia... muito interessante.
    Fiquei com medo da encarnação da morte...
    esta estória parece sombria...
    Gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lamber cicatrizes é nojento mesmo... hehehehe
      o livro tem um ar hot tb... gostei hehehehe

      Excluir
  7. Oi, eu ainda não li o livro, mas estou curiosa para ler, a historia dele parece ser bem original, a capa não me agradou muito, mas ela é bem interessante, espero poder ler o livro em breve, gosto dessa pegada sobrenatural.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Não li o primeiro, mas adorei esse pela resenha. *-*
    Parece o tipo de livro que iria devorar!

    ResponderExcluir
  9. Não li o primeiro livro, mas gosto muito de livros que falam sobre deuses antigos. Apesar do romance, acho que leria esse livro. Gostei da premissa.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista

    ResponderExcluir
  10. São poucos os livros da Harlequin que eu leio, infelizmente não me interessei tanto assim por esse.

    ResponderExcluir