A Casa da Floresta


Autor: Marion Zimmer Bradley
Editora: Rocco
Ano: 1993
Páginas: 404
Não há mito que sobreviva ao tempo sem espelhar alegoricamente a realidade cultural de um povo. Segundo Carl Gustav Jung, que fundamentou a psicologia analítica, a identidade individual passa necessariamente pelo conhecimento coletivo, que se manifestam nos sonhos, lendas e rituais de uma comunidade. É notável o crescente interesse das pessoas por antigas tradições e civilizações, na tentativa de localizar um mito adequado que lhes dê passagem para um salto de autoconsciência – Marion Zimmer Bradley que o diga... Especialista em tradições pagãs, a escritora tem predileção pelo primeiro milênio cristão, no qual desenvolve suas histórias repletas de amor, traições, combates e rituais. A casa da floresta é mais um capítulo da batalha de antigas deusas contra a dominação falocêntrica. Com narrativa empolgante e novelesca, tendo como pano de fundo a luta dos romanos para garantir suas conquistas na Britânia e a dos druidas para manter a paz, Marion Zimmer Bradley conta a história do amor proibido entre um homem e uma mulher que se vêem separados por duas culturas. Na floresta vivem as sacerdotisas da Grande Deusa, invioláveis, a salvo dos legionários sacrílegos e do poder de Roma. Esse novo romance de Marion traz, mais uma vez, uma fascinante narrativa de revolta e religiosidade, em que se destacam os ritos ancestrais e o espírito indestrutível de um povo ligado à terra e suas magias.

Eu sou fascinada pelas histórias do Rei Arthur e quando minha mãe me apresentou essa historia contada do ponto de vista feminino me apaixonei de cara.

Alguns poucos sabem que depois de ter escrito As Brumas de Avalon, Marion se aventurou a escrever histórias que retratassem muitos anos antes da história de Morgana e Arthur. De como Avalon foi criada e tudo o que aconteceu para que isso fosse possível. É totalmente fascinante.

A Casa da Floresta teria que ser o primeiro livro a ser lido, para que a história fizesse sentido, apesar de ter sido publicado bem depois.
O livro conta como as Sacerdotisas chegaram de fato a Avalon, mas o foco é a luta por poder dos Romanos e a constantes lutas entre culturas diferentes. E como não poderia deixar de ter, um romance meio que Romeu e Julieta.

Eu adoro esse livro, então falar dele sem revelar muito da história é complicado, então peço até desculpas pela resenha breve. Mas posso dizer o que achei mais interessante é a divisão que a Marion fez. Todo o livro foi divido em três partes, com diferenças de quase um século entre eles.

A escrita de Marion é totalmente viciante, e sempre irei recomendar os livros dela.

Avaliação:


assinatura-viviane

22 comentários:

  1. Não conhecia , mas já venho visitando o seu blog tem um tempo e pude notar a simplicidade de sua leitura , e eu gosto disso . Deve ser um livro realmente bom :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Vivi, tudo bem?

    eu não conheço mt bem a historia do Rei Arthur, mas achei interessante saber que esse livro propõe uma nova visão.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, não conhecia esse livro, mas como eu também gosto bastante das estorias sobre o rei Arthur já fiquei morrendo de vontade de lê-lo *---*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  4. Bacana estória do Rei Arthur sob ponto de vista feminino...
    Adoro livros que contam com a realeza... hehe
    Não tinha atentado quando vi a capa que era a mesma autora de "Brumas de Avalon".
    Ahhh, eu querooo :D

    ResponderExcluir
  5. Adoro histórias que envolvem o Rei Arthur, Merlim e coisas do gênero. Tenho As Brumas de Avalon, mas ainda não li. Pretendo fazê-lo em breve.
    E é bom saber que o autor escreveu outros livros neste universo. Fiquei bem curiosa quanto ao livro e vou adicioná-lo a minha lista de compras.

    ResponderExcluir
  6. Nunca ouvi falar desse livro, mas assim como você adoro a história de Arthur (desde pequena!!). Achei bacana as divisões do livros, principalmente pelo lapso temporal.
    Espero ler um dia desses.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar desse livro nunca gostei muito de historias de reis, mesmo que sendo contada por uma mulher, e não gostei das resenhas que li das Brumas de Avalon então não me interessei muito não.

    ResponderExcluir
  8. Eu morro de vontade de ler "As Brumas de Avalon"! Acabei essa semana "O Mago de Camelot" e me encantei pelo Rei Artur, por Avalon e pela magia de Merlin! Fiquei super curiosa para ler esse livro, Vivi!
    Beijos,
    Own mine

    ResponderExcluir
  9. Bem legal!
    As Brumas de Avalon estão não minha interminável lista de leitura, talvez esse entre também, difícil no momento é ter tempo de ler, talvez daqui há um mês! :)

    ResponderExcluir
  10. É bacana ver livros que envolvam Arthur! Desde criança sempre gostei e sabendo que é uma leitura completamente viciante, quero mergulhar no mundo envolvente da autora.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  11. Achei bem legal o enredo, deve ser mesmo um ótimo livro, fiquei com vontade de ler também! :)

    ResponderExcluir
  12. parece ser bom mesmo só a sinopse me deixou com vontade de le-lo.. vou ler com certeza!

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não li A brumas de Avalon, mas quero muito ler, parece ser muito bom, e Casa da Floresta parece nos proporcionar uma leitura maravilhosa, achei muito interessante o livro ser dividido em partes e que elas tivesse a diferença de quase um seculo entre elas, bem legal.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não li A brumas de Avalon, mas quero muito ler, parece ser muito bom, e Casa da Floresta parece nos proporcionar uma leitura maravilhosa, achei muito interessante o livro ser dividido em partes e que elas tivesse a diferença de quase um seculo entre elas, bem legal.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  15. Não sei porque , não gosto muito dessas histórias do Rei Arthur, mas essa leitura me parece muito boa! Infelizmente, não tenho tido muito tempo , então vai ser difícil ler , mas vou tentar rs
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  16. Oi Vivi!
    Eu sou louca pelas histórias do Rei Arthur, sempre trazem um mundo totalmente diferente, com um costume interessante. Sou louca para comprar As Brumas de Avalon, mas sempe deixo passar, não sei muito bem o porquê hahaha
    Esse livro parece ser muito bom também e é legal quando um livro complementa o sentido do outro. Gosto desses hipertextos e dessas combinações
    Beijão
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  17. Um dia ainda irei ler As brumas de Avalon, não conheço muito sobre Avalon só sei algumas coisas que vi em filmes e é a mesma coisa para o Rei Arthur, só sei sobre a história dele pelo que vi em alguns filmes. Não sabia da existência de a casa da floresta, mas ele parece ser um bom livro.

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia o livro, pela capa define-o como nada interessante, e ao ler a resenha achei que ele não era o meu tipo de literatura, então deixo este livro pra depois!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  19. Apesar de nunca ler eu conheço um pouco do lado feminino de As brumas de Avalon, mas não sabia desse livro que "explicava" o mundo da série.
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Me encantei pelo livro. Já li alguns parecidos, como As Brumas de Avalon. Mas como sou fascinado pelo período, já coloquei na minha lista de desejados.
    É muito complicado resenhar livros que gostamos. Queremos falar muito, mas não conseguimos. rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  21. Eu não curto Rei Arthur, Avalon e nem a Excalibur, apesar de ter assistido a algum filme que falava sobre isso, e que agora nao me recordo o nome.
    Enfim, vou indicar a minha amiga que é simplesmente fascinada por eles =)]

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  22. Eu ainda não terminei de ler As Brumas. *cora*
    Mas pelo visto vou querer ler esse depois. *-*

    ResponderExcluir