Por que os Homens Amam as Mulheres Poderosas?

Olá Devoradores!
Vocês que já acompanham o blog, devem ter percebido gêneros de livros que curto certo, então ler ou ter uma resenha sobre um livro de autoajuda é novidade por aqui.
Isso por que o livro é do Desafio Literário 2014 que estou participando, é uma das chances extras, não era obrigada a ler, mas como quero ganhar todos os selinhos então resolvi ler.
Ler um livro de autoajuda
Autor: Sherry Argov
Editora: Sextante
Ano: 2009
Páginas: 192
Você cancela todos os seus planos esperando um possível telefonema de um homem que acabou de conhecer? Tem a sensação de que, por mais que tente agradar seu parceiro, ele sempre parece distante ou desinteressado? Então, se você deseja construir um relacionamento estável, saudável e divertido – com esse homem ou com qualquer outro –, está na hora de mudar de postura. Não é que você não seja suficientemente boa. É que você é boazinha demais. E não há nada mais enfadonho para um homem do que uma mulher que passa o tempo todo se esforçando para agradá-lo. Se você se enquadra nesse padrão, não se desespere. Este livro pode ajudá-la a dar uma guinada em sua vida amorosa. Com um texto envolvente, Sherry Argov criou um verdadeiro manual que vai fazê-la entender de uma vez por todas por que os homens amam as mulheres poderosas. Eles se sentem atraídos porque essas mulheres representam um eterno desafio. Nunca se mostram completamente, deixando em torno de si uma aura de mistério que os instiga. São confiantes, têm idéias próprias e se valorizam. Mesmo que estejam apaixonadas, elas não demonstram medo de perdê-los – e isso as torna ainda mais desejáveis. Conquistá-las passa a ser uma questão de honra para o homem. A partir de centenas de entrevistas, a autora descobriu as principais atitudes que diferenciam as mulheres boazinhas das poderosas e as reuniu neste livro bem-humorado e transformador. Com histórias engraçadas e exemplos práticos, ela ensina tudo o que você precisa saber para deixar qualquer homem aos seus pés.

Essa resenha, esta mais voltada para as mulheres, não que os homens não possam ler, mas pode ser que não gostem tanto.
Esse livro foi definido como autoajuda, mas depois de ler, percebi que no fundo até é, mas parece mais com um dialogo entre duas amigas, sem contar que ele é muito divertido.

Nele percebemos que quando achamos que estamos fazendo tudo certo, é quando na verdade estamos fazendo tudo errado. Que na verdade ao invés de aproximar o gato que queremos, só estamos afastando mais ainda.
Temos também uma grande revelação, os homens não gostam das boazinhas, eles gostam daquelas que os desafiam intelectualmente, e que no livro são definidas por poderosas.
Sempre pensamos que eles gostassem daquelas que maltratavam, e os tratavam como capachos, quando na verdade, as mulheres só estavam se escolhendo acima deles, e isso só deixavam eles mais fascinados.
O mais legal do livro é que a autora deixa bem claro que para ser uma mulher poderosa, não precisa maltratar o cara, só precisar se amar acima dele, não precisa ficar agradando o tempo todo, correndo atrás, isso eles não gostam, na verdade eles acham legal a mulher que mantem a sua vida como era antes de se conhecerem.
Todo o livro foi baseado em uma pesquisa que a autora fez então tudo tem um fundo de verdade, o que torna tudo muito melhor.

Achei o livro muito leve. E se você espera ler o livro e encontrar coisa do tipo “Faça isso que você vai conseguir o homem que deseja” está muito enganada. Nele você encontra dicas para agradar a si mesma e viver melhor com isso.
Este livro é o tipo que qualquer mulher, de qualquer idade vai adorar. E com toda a certeza eu recomendo, mesmo não gostando de autoajuda, esse livro me conquistou.


Avaliação: 

assinatura-viviane

15 comentários:

  1. Nesse caso eu vou precisar discordar um pouco. rs
    Ganhei esse livro de presente, li e não gostei. Fiquei com a impressão de que o livro "estereotipa" as mulheres, enquadra todas numa coisa só, como se todas nós quiséssemos as mesmas coisas, tanto na vida (em geral), quanto nos relacionamentos.
    O livro é leve e tem uma linguagem bacana. Só não consegui aproveitar o conteúdo.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Vivi, tudo bem?

    Livros de auto ajuda não fazem muito o meu estilo. Nada contra, mas eu prefiro ficção mesmo =P O que eu busco no livro são histórias e vejo o estilo auto ajuda como "vc está fazendo tudo errado, faça do jeito que eu te digo". Sabe? Esse livro ficou famoso por causa daquela mulher do Big Brother!

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu não curto este tipo de livro... auto-ajuda neste estilo não me serve, seria muito desespero da minha parte... hehehe
    Mesmo que foque em "ame-se" eu não leria...
    Mas sua resenha ficou ótima e acho válido, afinal acredito que serve-serviu-servirá para alguém... sem preconceitos \o

    ResponderExcluir
  4. Eu também não gosto muito de livros de autoajuda mas eu gostei bastante desse livro quando o li, não fez muito minha cabeça não, mas abriu bastante os meu olhos sobre alguns assuntos kkkk
    Amei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Viviane!
    Já vi vários comentários positivos quanto a esse livro e estou louca para ler.
    Ótima resenha!

    Beijinhos,
    Carol - www.livreando.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não sou fã de livros de auto ajuda e mesmo quando li que ele não tem "faça, seja assim",não conseguiu me conquistar.
    Boas leituras e ótimo desafio.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi Vivi! Eu tenho várias amigas que leram esse livro e gostaram muito. Possa ser que futuramente eu o leia, pois informa algumas coisas interessantes, mesmo não sendo um gênero que chame minha atenção.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Vivi...Confesso que sou fã destes tipos de livros, pois sempre aprendemos algo, e apesar dele já ter sido lançado a muito tempo é a primeira resenha que leio e fiquei super animada para poder conferir ele. Pois creio que uma ajudinha no relacionamento sempre é válida.
    Mil beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Eu não sou fã de livros de auto-ajuda, por isso cortei esse item da minha lista do Desafio Literário.. Apesar disso gosto bastante dos livros do Alan Pease - acho que é esse o nome dele. Lí Porque os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor, e tenho para ler Porque os homens mentem e as mulheres choram. Acho super divertido o fato de eles explicarem - cientificamente - as diferenças entre homens e mulheres.
    Eu me identifico com quase tudo hahaha

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  10. Apesar de você ter dito que , em si , o livro é muito divertido , se eu compra-lo vou enrolar eternamente e não vou lê-lo.. Ele vai ficar pra sempre na estante rs tenho pavor de livro de autoajuda!
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
  11. Também não sou lá muito fã de livros de auto ajuda….mas esse livro parece ser daqueles que eleva a auto estima das mulheres, então deve ser um livro bem bacana. Gostei da resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha, acho que vou procurar pra Jade. Não que ela n seja poderosa, só por diversão mesmo hahahahahaha
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Confesso, eu gosto de autoajuda, se bem que fico p*** com essas capas que parecem promover o número da Mega-Sena, quando que na verdade repetem em todos os capítulos, milhares de coisas que todo mundo já tá cansado de saber

    ResponderExcluir
  14. Oi Vivi, nem vou arriscar de fazer resenha do autoajuda que li kkk, o livro que você leu parece ser legalzinho mas não curto o estilo mesmo. Beijos

    estantedecristal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Ola.Eu gostava muito ler esse livro ,como posso fazer?Obrigada Daniela.florescu76@gmail.com

    ResponderExcluir