A Marca de Atena

Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 480

Annabeth está apavorada. Justo quando ela está prestes a reencontrar Percy - após seis meses afastados por culpa de Hera -, o Acampamento Júpiter parece estar se preparando para o combate. A bordo do Argo II com os amigos Jason, Piper e Leo, ela não pode culpar os semideuses romanos por pensarem que o navio é uma arma de guerra grega: afinal, com um dragão de bronze fumegante como figura de proa, a fantástica criação de Leo não parece mesmo nada amigável. Annabeth só pode torcer para que os romanos vejam seu pretor Jason na embarcação e compreendam que os visitantes do Acampamento Meio-Sangue estão ali em missão de paz. Os problemas de Annabeth não param por aí - ela carrega no bolso um presente da mãe, que veio acompanhado de uma ordem intimidadora: Siga a Marca de Atena. Vingue-me. A guerreira já carrega nas costas o peso da profecia que mandará sete semideuses em busca das Portas da Morte. O que mais Atena poderia querer dela? O maior medo de Annabeth, no entanto, é que Percy tenha mudado. E se ele já estiver habituado demais aos costumes romanos? Será que ainda precisará dos velhos amigos? Como filha da deusa da guerra e da sabedoria, Annabeth sabe que nasceu para liderar; no entanto, também sabe que nunca mais vai querer viver sem o Cabeça de Alga.

Logo de início, já é possível perceber que a junção dos dois acampamentos, Meio Sangue e Júpiter, não vai acontecer de forma pacifica. Despois de um pequeno desentendimento, o Acampamento Júpiter declara guerra entre os dois acampamentos, e querendo evitar maiores estragos os setes semideuses (Percy, Annabeth, Piper, Leo, Jason, Hazel e Frank) e o um sátiro nada normal, são obrigados a fugirem.
Nessa nova aventura, eles tem como missão, ajudar Annabeth a entender o que seria a Marca de Atena e ao que tudo indicava, iria ajudar a acabar de vez com essa guerra entre os dois acampamentos e de quebra salvar o mundo novamente.
O livro todo é narrado pelo ponto de vista de quatro personagens (Piper, Leo, Percy e Annabeth), o que torna a leitura mais “tranquila”.
Leo foi o personagem, a meu ver, que ganhou mais destaque nesse livro. Nos capítulos que ele narra, podemos ver o quanto ele se sente sozinho, por conseguir se relacionar melhor com máquinas, mas que isso não interfere no fato dele se importar com os amigos e de se tornar um dos personagens mais leias da história, e confesso que ele foi me conquistando a cada capítulo.
A história que é cheia de ação e aventuras pelo mundo, ainda conta com momentos fofos com uma pitada de romance, protagonizados em sua maioria pelos casais do grupo.
Como nos outros livros, o final desse é impactante e desesperador, de forma que ficamos na expectativa do que acontecerá no próximo livro, que por sinal já foi lançado aqui no Brasil, com o titulo de A Casa de Hades.

Avaliação:

assinatura-viviane

Um comentário:

  1. Oie...

    Parece bem interessante. Eu estou ainda começando a me aventurar com Percy Jackson e, se eu gostar desse universo, A Marca de Atena vai para a minha wish list, haha.

    Indiquei seu blog para um book survey. Se quiser fazer, só acessar aqui .

    Beijinhos,
    May.

    Livreando

    ResponderExcluir